Aromaterapia pode ser prejudicial para a saúde do coração




Resultado de imagem para terapia alternativa

O tratamento prolongado com aromaterapia pode ser beneficial durante um período curto de tempo, mas prejudicial caso a terapia seja prolongada.
Em um estudo, pesquisadores taiwaneses pediram que 100 trabalhadores de um spa se sentassem em um quarto e respirassem vapores de óleo de bergamota durante duas horas. Os cientistas mediram a pressão sanguínea e taxa de batimento cardíaco dessas pessoas e o nível de compostos orgânicos voláteis no ar.
Na primeira hora, a pressão e o batimento cardíaco diminuíram, mostrando que resultados encontrados em pesquisas anteriores que afirmam que a aromaterapia reduz estresse pode ser confirmado.
Porém, após 120 minutos os pesquisadores viram que a terapia passou a ter o efeito contrário. A pressão sanguínea sistólica e a taxa de batimento cardíaco voltaram aos seus níveis de base e se elevaram 2,19mmHg e 1,70 bpm respectivamente.
A literatura médica mostra que compostos orgânicos voláteis podem ser associados a riscos mais altos de asma e a morte por doença cardiovascular. Respirar esses compostos pode aumentar as taxas de inflamação do corpo e alterar o funcionamento do sistema nervoso, afetando a saúde cardíaca.
A pesquisa foi publicada no periódico European Journal of Preventive Cardiology.
Fonte: Live Science, 30 de novembro de 2012



Comente:

Nenhum comentário

Comente com educação