Pisada que relaxa




Para quem não consegue liberar a tensão com banho quente ou sessões de quick massage, está se popularizando no país uma técnica que tem origem em tradições ligadas a artes marciais indianas, a massagem Kalari. O nome deriva do sânscrito "escola" e se refere a uma das tradições mais antigas do mundo.

A técnica é baseada nos ensinamentos da medicina ayurvédica e traz exercícios de ioga, respiratórios e de meditação. Em alguns momentos, o paciente é literalmente pisado pelo terapeuta, pois não só as mãos são usadas no tratamento revitalizante, que dura cerca de uma hora e meia. "Além de relaxante a massagem proporciona eliminação de líquidos e toxinas, ativa o metabolismo, aumenta a imunidade e contribui para o processo de rejuvenescimento" conta Ceila Portilho Maciel, terapeuta indiana do Spa Posse do Corpo, no Rio de Janeiro.

Segundo a especialista na técnica, a massagem Kalari é indicada para manutenção geral da saúde corporal e psíquica, reduz tensões emocionais e musculares, estimula a circulação sanguínea e linfática, além de proporcionar o bom funcionamento dos órgãos.

Os movimentos não são padronizados e mudam de acordo com o paciente, pois idade, necessidades imediatas e eventuais problemas de saúde conduzem o tratamento.

A técnica é indicada para atletas, bailarinos, praticantes de artes marciais e, em geral, para todas as pessoas que precisam ter um corpo mais flexível, além de quem sofre de insônia e quer se livrar dos sintomas do estresse.

Fonte: Terra



Comente:

Nenhum comentário

Comente com educação