Acupuntura específica alivia depressão durante a gravidez





Até um quarto de todas as mulheres sofre de depressão durante a gravidez, e muitas são relutantes em tomar antidepressivos. Agora, um novo estudo sugere que a acupuntura pode oferecer algum alívio durante a gravidez, mesmo que não tenha se mostrado eficiente contra a depressão em geral.

 

O estudo da Universidade Stanford recrutou 150 mulheres deprimidas, grávidas de 12 a 30 semanas, e aleatoriamente escolheu 52 para receber acupuntura específica para sintomas de depressão, 49 para acupuntura comum e 49 para um tipo específico de massagem.

 

Cada mulher recebeu 12 sessões de 25 minutos cada. As que receberam acupuntura não sabiam qual tipo estava designado a elas (no tratamento específico para depressão, as agulhas são inseridas em pontos do corpo que, diz-se, correspondem a sintomas como ansiedade, abandono e apatia).

 

Depois de oito semanas, quase dois terços das mulheres do grupo da acupuntura específica para depressão mostraram uma redução de pelo menos 50% em seus sintomas, comparado a pouco menos da metade das mulheres tratadas com massagem ou acupuntura comum.

 

As descobertas são detalhadas na edição de março da revista "Obstetrics & Gynecology". A principal autora, Rachel Manber, professora de psiquiatria e ciências comportamentais em Stanford, diz que os resultados sugerem que alguns sintomas de depressão durante a gravidez podem estar relacionados ao desconforto físico, que é aliviado pela acupuntura. Ainda assim, os resultados foram notáveis, afirmou.



Comente:

Nenhum comentário

Comente com educação