Qualidade de Vida: Acupuntura auricular - A cura através da orelha






A orelha, por ter sua anatomia diferenciada, é uma das partes do corpo que tem ligação direta com os órgãos e vísceras. Assim, qualquer estímulo nesta região reflete diretamente no nosso organismo. Por esta razão, a auriculoterapia (ou acupuntura auricular) é uma das técnicas mais procuradas atualmente e mais aplicada pelos acupunturistas. Entenda o porquê.

A acupuntura tem sua importância reconhecida no ramo da medicina porque é considerada uma das maneiras mais eficazes de tratar todos os desequilíbrios de ordem física, emocional e estética, sendo muito utilizada para auxiliar tratamentos de obesidade, stress, ansiedade, depressão, insônia, alergias (tanto respiratória quanto de pele) e até tabagismo e alcoolismo.

A auriculoterapia é uma especialidade da acupuntura, que consiste na aplicação de materiais como agulhas semipermanentes auriculares, esferas de metal, micro magnetos, semente de mostarda, entre outros, em pontos específicos na orelha (existem mais de 200 pontos) onde foi correlacionado o pavilhão auricular a figura de um feto de cabeça para baixo. A auriculoterapia pode ser feita em qualquer idade, desde recém-nascido (cólicas), crianças, idosos, até gestantes.

Temos, então, um tratamento totalmente natural com resultados bastante rápidos, possibilitando em muitos casos a diminuição significativa da necessidade de medicamentos ou até a substituição dos mesmos pelo tratamento auricular. No início, as sessões costumam ser semanais, mas assim que o paciente sentir melhora, os encontros passam a ser quinzenais e, depois, há necessidade apenas de uma manutenção mensal, a fim de conseguir efeitos curativos e preventivos, fornecendo a energia necessária para manter o equilíbrio do corpo e da mente.

O reconhecimento do exercício da acupuntura como atividade profissional no Brasil é foco de grandes debates entre os diversos grupos de profissionais interessados em oferecer atendimento à população através desta técnica. Por muitos anos, a prática foi considerada como medicina alternativa no país. Atualmente, porém, a técnica é reconhecida como complementar segundo a nova terminologia da OMS (Organização Mundial da Saúde), que lista mais de 68 doenças para as quais a acupuntura é indicada, além do alívio de vários tipos de dor. A MTC (Medicina Tradicional Chinesa) indica seu uso para cerca de 350 doenças, baseada na experiência de sua adoção como técnica de tratamento para a saúde ao longo dos 5 mil anos da cultura chinesa.

A dor jamais pode ser considerada algo normal ou suportável. Deve ser tratada, combatida e exterminada. Hoje temos várias técnicas naturais e reconhecidas disponíveis num mercado cheio de alternativas. Conhecê-las pode fazer com que o seu tratamento seja menos doloroso, menos agressivo ao seu organismo e mais rápido. O primeiro passo só depende de você.

Por Luciana Baroni Flora

Comente:

Nenhum comentário

Comente com educação